Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2008

Novo Órgão Mascioni de Santo António dos Portugueses

Imagem
No próximo domingo, dia 7 de Dezembro, será inaugurado o novo e moderno Órgão da Igreja do Instituto de Santo António dos Portugueses em Roma. A construtora do mesmo é a conceituada casa Mascioni, do norte de Itália, com mais de 1100 órgãos construídos desde 1829 estando alguns dos seus exemplares nas mais prestigiadas igrejas e salas de espectáculo do mundo. A inauguração do novo e moderno Órgão será feita pelo seu projectista e nada pouco famoso: Jean Guillou , grande organista francês, titular de Santo Eustáquio em Paris, amado por uns, contestado por outros com pouco alcance visionário, discípulo do enorme Olivier Messiaen bem como de Marcel Dupré e Maurice Duruflé. Assim sendo, por volta das 17h do próximo domingo, o Maestro Jean Guillou, fará acordar o colossal instrumento que nasceu em pleno coração de Roma na Igreja dos Portugueses. Com certeza que nada disto aconteceria se não fosse o trabalho incansável do Reitor do importante

Dr. Joaquim Santos apresenta obras em Roma

Imagem
Assim continua a publicação dos artigos da imprensa regional de Basto dedicados ao Padre e Maestro Joaquim dos Santos. Páginas singelas duma importância singular que nos ajudam a perceber o Joaquim dos Santos que se toca nos locais remotos do nosso país; páginas que nos apresentam o Joaquim dos Santos que constantemente "viajava" de terra em terra e voltava à "sua" cidade de Roma para aí também ver, ouvir e sentir a execução das suas obras, desde a mais simples e natural à mais grandiosa e complexa das suas criações. "Três obras de autoria do Padre Joaquim Santos foram apresentadas, uma vez mais, em Roma mais precisamente na Igreja de Santo António dos Portugueses, no passado dia 23 de Fevereiro [2008]. Tratou-se da primeira audição de Servite Domino in Laetitita , com o subtítulo de Impressões Bíblicas para Piano . Segundo informação divulgada, o compositor parte de três salmos [1, 99 e 132] e elabora uma espécie de interpretação musical dos textos bíblicos.

Grupo Vocal Ançã-ble em Concerto...

Imagem
O ANÇÃBLE, constituído por uma família da Ançã (de onde retira o nome pelo qual se designa num jogo de palavras que dispensa explicações), é um conjunto vocal que se tem dedicado à música sacra portuguesa, com natural incidência sobre o período áureo (séc. XVI - XVII ) - segundo uma classificação comumente aceite - da música vocal em Portugal. No dia 7 de Dezembro (sábado) o Grupo Vocal Ançã-ble apresenta-se em concerto no Senhor da Cruz - Barcelos. Entre outras obras, serão apresentados Três Motetes para coro misto e órgão, próprios do Tempo de Advento/Natal, do Maestro Joaquim dos Santos; são eles Um dia sagrado brilhou sobre nós (Dies Sanctificatus Illuxit Nobis); Hoje sobre nos resplandece uma luz (Hodie Illuxi Nobis) ; Na Terra o Verbo se fez carne .

Prologus | Ana Telles | Recital de Piano

Imagem
Foi ontem, em Lamego, o Recital da Pianista Ana Telles... Bach, Liszt, Joaquim dos Santos e Messiaen – “ Programa exclusivamente composto por obras de compositores cujo sentido da religiosidade foi muito pronunciado.” O Concerto abriu com o Prelúdio Coral BWV 639, "Ich ruf' zu dir, Herr Jesu Christ" , que rapidamente capturou toda a sala; se alguém tinha dúvidas que estava ali para assistir a um belo recital de piano, em três minutos apenas, pode sentir que a música de Bach chegou e prendeu os sentidos de quem ouviu a profunda e bonita interpretação de Ana Telles. Logo de seguida invadiu-nos o virtuoso Franz Liszt… Quem esperava o virtuosismo de uma Rapsódia Húngara ou de um Estudo Transcendental, como no meu caso, enganou-se! “Predicação de São Francisco às Aves” , obra muito menos conhecida e divulgada, aliás, como grande parte da obra sacra deste compositor (se bem que não se deve confundir esta obra para piano com qualquer outra dita sacra ou litúrgica!). Ana Tell

NRMS 128 | IN MEMORIAM | Padre Joaquim Gonçalves dos Santos

Imagem
N o final do passado mês de Outubro saiu o número 128 da Nova Revista de Música Sacra . Número IN MEMORIAM do colaborador habitual – Padre Joaquim Gonçalves dos Santos. Um IN MEMORIAM que não merece mais de meia página ... Meia página para quem dedicou mais de 30 anos à NRMS e à Comissão de Música Sacra de Braga. Meia página sem o acompanhamento de uma única partitura de “J. Santos” porque “todos os cânticos que escreveu para a NRMS foram publicados.” … “todos os cânticos que escreveu para a NRMS foram publicados.”…!? Quando regressou à Arquidiocese em 1968, o Padre Joaquim Gonçalves dos Santos, não trabalhou interinamente (provisoriamente) no Seminário e no Instituto Superior de Teologia; trabalhou até 1987…trabalhou até, por motivos pessoais, deixar de leccionar nos mesmos… É quase impressionante ver como tratam a obra do Maestro Joaquim dos Santos… Nuno Costa

Dr. Joaquim Santos apresenta Fantasia Conventual...

Imagem
Há cerca de um ano assim aconteceu... No dia 10 de Novembro no Mosteiro de Tibães... Uma Fantasia Conventual foi executada num Convento... "O Cabeceirense Dr. Joaquim Santos, promoveu no dia 10 de Novembro, no Mosteiro de S. Martinho de Tibães, em Braga um belo concerto intitulado Fantasia Conventual. Uma iniciativa da Junta de Freguesia que com a colaboração da Paróquia, do Museu e da Universidade do Minho, através do IEC e da Orquestra de Câmara do Minho, apresentou em estreia absoluta uma breve mas intensa obra do Dr. Joaquim Santos. Uma obra para instrumentos de sopro com dois incisos de canto gregoriano Parce Domine e Rorate coeli, interpretados pela soprano Magna Ferreira num diálogo bem conseguido com um ensemble de sopros e percussão, sob a batuta do maestro Vítor Matos. Segundo opiniões divulgadas, a linguagem da obra é ousada e imaginativa como toda a criação do Dr. Joaquim Santos. A obra é tripartida, uma introdução, um desenvolvimento como se de uma meditação monást

Prologus | Ana Telles | Recital de Piano

Imagem
Teatro Ribeiro Conceição - Lamego TER. 18 Novembro, 22h00 Ana Telles , piano solo Concerto Comentado Programa: J. S. Bach - F.Busoni, Dois corais-prelúdios F. Liszt, "Predicação de S. Francisco às aves" J. Santos, " Prologus " O. Messiaen, "Première communion de la Vierge" e "Noël", dos "Vingt regards sur l'Enfant Jésus" Duração aprox.: 60 minutos Preço A : 5€ a 24€ Todos os Públicos http://www.cm-lamego.pt/

Canção Popular de Encomendação das Almas: "Pecador Adormecido"

Imagem
Mês de Novembro, mês dedicado às almas...assim o pede a Igreja Católica Romana... "O Dia dos Fiéis Defuntos, Dia dos Mortos ou Dia de Finados é celebrado pela Igreja Católica no dia 2 de Novembro, logo a seguir ao dia de Todos-os-Santos. Desde o século II, os cristãos rezavam pelos falecidos, visitando os túmulos dos mártires para rezar pelos que morreram. No século V, a Igreja dedicava um dia do ano para rezar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava e dos quais ninguém lembrava. Também o abade de Cluny, santo Odilon, em 998 pedia aos monges que orassem pelos mortos. Desde o século XI os Papas Silvestre II (1009), João XVII (1009) e Leão IX (1015) obrigam a comunidade a dedicar um dia aos mortos. No século XIII esse dia anual passa a ser comemorado em 2 de novembro, porque 1 de novembro é a Festa de Todos os Santos." (wikipédia) Na sequência do misticismo que a morte exerce sobre nós, procuramos, ao longo de séculos, responder e perceber