Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2008

Inauguração do Novo Órgão do Instituto de Santo António dos Portugueses | Fotos

Imagem
Neste blog foram dedicados dois artigos ao novo órgão do Instituto de Santo António. Quando foram escritos não havia nenhuma foto disponível... Para fechar o ano de 2008 fica a publicação destas fotografias onde figura um instrumento que promete estar voltado para o futuro...da música e dos órgãos! Um obrigado a todos que, durante este meio ano, seguiram o blog dedicado à memória do Padre Compositor Joaquim Gonçalves dos Santos. Que 2009 traga boas novidades e acontecimentos para a música em Portugal... [fotos de G. Luna - gentilmente cedidas pelo IPSAR] Ver na Agenda IPSAR

Um dia sagrado | Dia de Natal | Música para a Liturgia

Dia que fica registado neste blog dedicado a um homem com um sentido de religiosidade extremamente acentuado, um Amigo que nunca negou o Amor a Cristo e que colocava a sua alma de Sacerdote em tudo o que fazia , particularmente na Música que compôs. Um dia sagrado brilhou sobre nós. Vinde, ó povos adorar o Senhor, porque uma grande luz desceu sobre a terra. Exultam de alegria os povos da terra, porque o Senhor vem salvar-nos. Aleluia. O Senhor é rei: exulte a terra, rejubile a multidão das ilhas. Ao seu redor, nuvens e trevas, a justiça e o direito são a base do seu trono. Os seus relâmpagos iluminam o mundo, a terra vê-os e estremece. Os céus proclamam a sua justiça e todos os povos contemplam sua glória. Obra litúrgica, própria do Natal, publicada no ano de 1988 na edição número 47 da Nova Revista de Música Sacra. Dividida em três partes, esta obra é destinada à liturgia. Com uma antífona de efeito extremamente brilhante e anunciativo, a música, está envolvida numa majestade c

"Esperando o Natal da Música" | Joaquim dos Santos

Imagem
Há cerca de um ano a Agência Ecclesia publicou no seu site um artigo do Maestro. Muito sugestivo... (11.12.2007) "Chegou-me às mãos uma entrevista de duas grandes personalidades (o Monsenhor Franco Ravasi e o grande Maestro Riccardo Muti da orquestra La Scala de Milão), focando especialmente a música de Natal e tecendo profundas considerações sobre o seu carácter, a sua finalidade, etc. Começo por recordar uma frase de Cassiodoro aí citada “se cometerdes injustiça Deus deixar-vos-á sem música”, e cujo comentário aí expresso diz que em parte isso vai acontecendo quando a música se torna ruído - este é já um castigo. Se da música em geral passarmos à música sacra - natalícia ou outra - que deve ser oração, serenidade contemplativa e beleza, se nesta houver algo de contraditório ao acima exposto, então passamos inexoravelmente à aplicação daquela famosa frase “corruptio optimi, pessimum.” Num escrito recente de há oito dias apenas (2 de Dezembro de 2007) a escritora brasileira Ad

Novo Órgão do Instituto de Santo António dos Portugueses em Roma

Imagem
Foi no passado Domingo que, em Santo António dos Portugueses, foi inaugurado o novo e moderno Órgão construído pela Casa Mascioni. Órgão voltado para o futuro, órgão que respeita a tradição. O Concerto inaugural foi da responsabilidade do grande Mestre Jean Guillou. Que dia memorável, que momento de indescritível grandeza. O Mundo, sem o saber, ficou muito mais rico. Começou com a Celebração Eucarística presidida pelo Mons. Gianfranco Ravasi, Presidente do Pontificio Consiglio della Cultura , que proferiu uma bela homilia, proferiu palavras de exaltação à Música, nas suas variadas formas, palavras de exaltação à Música que é feita para Deus. Pormenor simples, mas de grande efeito meditativo, foi o de, até à bênção do instrumento, a celebração ter sido sustentada apenas pela voz humana, a cappella . Depois da homilia, a bênção do órgão chegou e finalmente a nova voz fez-se ouvir! Eis que essa voz invade toda a igreja de Santo António, um som, uma voz que pare
Imagem
Há um ano foi assim...dia 5 de Dezembro de 2007... "Hoje, na igreja de Santo António dos Portugueses, em Roma, é apresentado em estreia o Concerto para violoncelo e orquestra do padre-compositor bracarense Joaquim Santos. É solista um violoncelista italiano com uma orquestra romana, dirigida pelo maestro Massimo Scapin. Por altura da Imaculada Conceição, que se celebra a 8 deste mês, o Instituto de Santo António dos Portugueses em Roma promove desde há alguns anos um concerto. Obras de J. Santos têm sido uma presença regular. Junho, mês de Santo António, é outro momento escolhido por esta instituição para idênticas iniciativas. J. Santos já apresentou lá várias dezenas de obras onde se incluem um Concerto para piano e Orquestra. Soube pelo autor, que lá se encontra, que uma das melodias que aparece pertence aos martírios que são de Braga. Por ironia do tempo hoje celebra-se na Roma Portuguesa a festa dos padroeiros Martinho de Dume, Frutuoso e Geraldo.