quarta-feira, 25 de abril de 2012

Mulher da erva | Zeca Afonso – Pe. Joaquim dos Santos

Da colecção de canções de Zeca Afonso que o Padre Joaquim dos Santos harmonizou aqui fica mais um belo momento da arte popular.

Mulher da erva, de melodia sacra, aos olhos de Joaquim dos Santos…

Grupo vocal Ançã-ble

Novamente, as vozes do Grupo Vocal Ançã-ble. Belíssimo.

Publicadas no passado foram: Canção de embalar; Menino do bairro negro; Menino d’oiro e Tecto na montanha.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Aclamai o Senhor – Páscoa

Aqui fica mais um cântico do Pe. Joaquim dos Santos: cantem-no!

Publicado na NRMS 48 (com o respectivo acompanhamento)

Grupo Vocal Ançã-ble, 2008

Aclamai o Senhor, terra inteira,
Cantai a glória do seu nome.


Aclamai a Deus, terra inteira,
cantai a glória do seu nome.
Celebrai os seus louvores,
dizei a Deus: «Maravilhosas são as vossas obras»


A terra inteira vos adore e celebre,
entoe hinos ao vosso nome.
Vinde contemplar as obras de Deus,
admirável na sua acção pelos homens.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Zeca Afonso por Joaquim dos Santos, novamente!

Coro Misto do Orfeão de Matosinhos com direcção de José Manuel Pinheiro.

 

 

 

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Nota

Durante a Semana Santa deste ano, o Coro da Sé Catedral do Porto apresentou, em vários concertos, o Stabat Mater de João Rodrigues Esteves com uma orquestração realizada pelo Pe. Joaquim dos Santos. Aqui fica a referência póstuma para completar a falta desta nota nos programas de concerto.

Nasceu o Sol da Páscoa gloriosa | Cântico

Rosto de Cristo

Cântico composto na década de 70 do século passado; gravado pelo Grupo Vocal Ançã-ble na Igreja de Santo António do Portugueses no ano de 2001; editado em CD nesse mesmo ano; publicado no youtube em 2009 e agora, em 2012, a partitura é dada a todos. A partitura que é apresentada, foi elaborada em 2002 com um acrescento lindíssimo ao órgão. Também por esta altura, realizou uma versão para coro masculino a 4 vozes.

Disponibiliza-se a versão para coro misto a 4 vozes e órgão com as várias “variações”.

 

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Música na Quaresma | piano solo | Braga | Filipe Cerqueira

Joaquim Gonçalves dos Santos: Nos 75 anos do nascimento, nos 5 anos da obra Impressões Bíblicas “Servite Domino in Lætitia”

Museu Nogueira da Silva, em Braga, dia 4 de Abril, pelas 21:30h

Impressões Bíblicas “Servite Domino in Lætitia” | Moimenta - Cabeceiras de Basto, 11/02/2007

"Salmo 1": Meditação sobre o destino dos bons e dos maus.
(Justorum sors bona; Impiorum mala)
Largo espressivo / Andante grazioso / Adagio Patetico
"Salmo 132": Breve canto ao amor fraterno. A união fraterna é bênção de Deus e é vida.
(Concordiæ fratrum jucunditas)
Andante tranquillo / Andante mosso
"Salmo 99": Hino processional. O Povo de Deus responde ao coro:
                - O Senhor é bom,
                a Sua misericórdia é eterna.
(Jubilate Deo, omnis terra; Servite Domino in lætitia)
Andante grazioso / Più mosso / Meno mosso

Prologus, 6 Impressões musicais do Evangelho de São João  | Moimenta - Cabeceiras de Basto, Natal 2001
In principio erat Verbum - No princípio era o Verbo: Maestoso e Solene
Omnia per ipsum sunt - E todas as coisas por Ele foram feitas: Poco Andante
In ipso vita erat - E n'Ele está a vida: Allegretto
Erat lux vera - E [o Verbo] era luz verdadeira: Ricercare
Et Verbum caro factum est - E o Verbo fez-se carne: Misterioso e Grave
Et Vidimus Gloriam eius - E vimos a Sua Glória: Allegro Vibrante

Frederico de Freitas - 6 peças para piano - 1940-1943Peça IV: "Avezinha caída"
Molto adagio
~~
Os temas das suas obras são maioritariamente de cariz sacro, mas também reflectem uma vasta cultura literária do seu tempo - Miguel Torga, Sebastião da Gama - ou dos clássicos - Fernando Pessoa - ou textos de outras origens, até mesmo não cristãs como o são os "Quatro poemas indianos" para voz solo, violino, clarinete, saxofone e piano que datam de 2006. Joaquim dos Santos nunca deixou de estar informado das novas tendências musicais que imergiam na Europa, nem de aproveitar o que de melhor a sua terra lhe podia dar, dedicando-se à recolha e harmonização de canções populares da Região de Basto, dos anos 70 a meados dos anos 90.
A sua humildade perante a vida levou-o a escolher sempre o caminho mais correcto para com os seus valores de formação cristã, como sejam o respeito pelo outro, a ajuda ao próximo, a apologia do caminho de gratidão pelo que a vida nos dá, apanágio de uma leitura cuidada e apaixonada dos Salmos. Já a antítese do Apocalipse, ou seja, a construção da Humanidade desde o seu prólogo, desde o seu início, é espelhada pela obra "Prologus".
Ouvir Joaquim dos Santos falar-nos através da sua música é uma forma de ouvirmos o que a alma de um cidadão do mundo tem para nos contar.
Alguém que, pela sua vocação humanista, sempre valorizou o que de melhor as culturas nos podem ensinar, sobre o mundo que nos rodeia e, também, sobre nós mesmos; será assim, porventura, alguém que demonstrará na sua obra, ao mesmo tempo, uma força de viver inabalável e a paz de uma vida plena de trabalho. É, como disse Francisco de Almeida Dias, "recordar o poeta que tomou como mote, logo no início da sua carreira sacerdotal e musical", a paixão pela vida.
Um vivência dedicada a Cristo não é, a meu ver, um facto redutor nem deverá pesar na apreciação da sua vasta obra. Pelo contrário, o facto das suas obras aqui apresentadas terem sido escritas na última década de vida, realçam todo um conhecimento musical e uma experiência de vida alicerçados no seu estilo de vida.
Filipe Cerqueira
Concerto mpmp