sábado, 28 de fevereiro de 2009

Cânticos publicados na NRMS (II) | Joaquim dos Santos

Maestro Joaquim dos Santos | Roma, 2008No anterior artigo do blog foram enumerados os cânticos publicados na Nova Revista de Música Sacra. O total de 152 não esgota, nem de longe, a obra litúrgica do nosso Maestro. Uma alma de Sacerdote colocada ao serviço da música sacra jamais se consome em apenas 152 cânticos.
A NRMS publicou, em espécie de separata, mais obras do Pe. Dr. Joaquim dos Santos. Neste contexto, as Edições Publicadas foram:

Missa em honra de Nossa Senhora de Fátima - 2 vozes e órgão
Missa Simples - 2 vozes e órgão
Missa Simples - instrumentada para Banda
Missa Nova - 3 vozes mistas e órgão [pode cantar-se a uma só voz]
Cinco Cânticos para a Comunhão Solene
Três Cânticos do Natal

Cânticos de Esperança (para a Quaresma)
Cânticos de Domingo de Ramos e Semana Santa (com narração da Paixão)
Cânticos de Ressureição (para o Tempo Pascal)
Cânticos para a Comunhão Pascal das crianças - I, II, III


Também foram publicadas, nesta espécie de separata da NRMS, duas obras para órgão do Dr. Joaquim dos Santos.


Prelúdio (quase fantasia)
Preludio (ricercare) e Passacaglia
Finale (último andamento da obra: 5 peças para órgão)

Além deste artigo sobre cânticos publicados do Pe. Dr. Joaquim Gonçalves dos Santos pode consultar os seguintes:

Cânticos publicados na NRMS (1) (ver hiperligação)

Cânticos publicados | Revista Música Nova & Revista da Academia Martiniana (ver hiperligação)

Cânticos| Outras publicações (ver hiperligação)

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Cânticos publicados na NRMS | Joaquim dos Santos

Maestro Joaquim dos Santos | Roma, 2008
Cânticos do Pe. Dr. Joaquim Gonçalves dos Santos publicados na Nova Revista de Música Sacra (propriedade da Comissão Bracarense de Música Sacra) entre os anos de 1971 e 2010.

Por ordem alfabética, foram publicados os seguintes cânticos:
(esta lista tem uma actualização de hiperligações aqui)


A minha alma exulta no Senhor NRMS 67
A Tua voz chama por nós NRMS 46
Abri os corações NRMS 35
Acabará em peregrinação NRMS 3 (I)
Aclamai Jesus Cristo NRMS 121
Aclamai o Senhor, terra inteira NRMS 48
Aclamai o Senhor, terra inteira NRMS 98
Adorem o Senhor os reis da terra NRMS 4 (I)
Aleluia, Aleluia NRMS 2 (I)
Aleluia, Aleluia NRMS 4 (I)
Aleluia, Aleluia, Cristo ressuscitou NRMS 2 (II)
Amai como eu vos amei NRMS 87
Ao Deus do Universo NRMS 1 (II)
Ao divino sacramento NRMS 113-114
Ao vosso amor paterno NRMS 95-96
Assim como o Pai NRMS 125-127
Ave Maria... Sois a esperança NRMS 86
Bendita sois vós, ó Maria NRMS 41
Bendito sejas, Santo (São)... NRMS 124
Caminhando Jesus NRMS 66
Caminho pelo deserto NRMS 69
Cantai ao Senhor um cântico novo NRMS 36
Cantai um cântico novo NRMS 10 (II)
Cantarei a bondade do Senhor NRMS 62
Com a bênção do Pai NRMS 38
Como é agradável a vossa morada NRMS 84
Comungamos o teu corpo NRMS 16
Confesso o meu pecado NRMS 61
Cordeiro de Deus NRMS 50-51
Cordeiro de Deus NRMS 99-100
Cristo amou a Igreja NRMS 71-72
Cristo crucificado ressuscitou NRMS 125-127
Cristo ressuscitou NRMS 125-127
Da morte e do pecado NRMS 29
Da terra aos Céus Se eleva NRMS 85
Defendei-me, Senhor NRMS 105
Deixai vir a mim as criancinhas NRMS 23
Demos graças e louvores NRMS 110
Desça o orvalho NRMS 15
Desde a aurora vos procuro NRMS 40
Devotamente te adoro NRMS 77-79
Ditosa Virgem, cheia de graça NRMS 75
Ditoso(a) mártir NRMS 123
Do santuário vos guarde o Senhor NRMS 71-72
Eis o dia que o Senhor fez NRMS 17
Em Belém abriu-se a noite NRMS 120
Eu sou a luz do mundo NRMS 115
Eu sou a ressurreição NRMS 125-127
Exulta, ó Filha de Sião NRMS 68
Exultemos de alegria no Senhor NRMS 56
Filhos de Deus, nosso Pai NRMS 112
Glória NRMS 99-100
Glória a Vós, Jesus Menino NRMS 76
Hoje entrou a salvação nesta casa NRMS 119
Hoje sobre nós NRMS 44
Hóstia santa NRMS 113-114
Ide por todo o mundo NRMS 59
Igreja, presença viva do Cordeiro NRMS 3 (I)
Invitatório NRMS 125-127
Jerusalém, cidade santa NRMS 49
Levanto os meus olhos para os montes NRMS 70
Livrai-me, Senhor NRMS 125-127
Louvado seja Nosso Senhor NRMS 1 (I)
Louvado seja o meu Senhor NRMS 30
Louvai ao Senhor, louvai NRMS 37
Louvai o Senhor NRMS 125-127
Louvemos a Santíssima Trindade NRMS 80
Louvemos o Senhor que se fez homem NRMS 81
Louvor a Vós NRMS 40
Louvor e glória a Vós NRMS 40
Maria, Mãe de Jesus NRMS 101
Memorial da morte do Senhor NRMS 113-114
Meu Deus, eu creio em Vós NRMS 3 (I)
Meu Senhor, eu Vos amo NRMS 90-91
Mil vezes seja louvado NRMS 13
Na casa do Senhor, habitando NRMS 49
Na terra se fez carne NRMS 31
Na vossa misericórdia NRMS 19-20
Não erra o caminho NRMS 11-12 (II)
Não há vitória sem cruz NRMS 125-127
Nasceu hoje de Maria NRMS 108
Nasceu o sol da Páscoa NRMS 9 (II)
Nós ofertamos, irmão NRMS 3 (I)
Nós somos o povo do Senhor NRMS 2 (I)
Nós temos em Sião NRMS 42
Nós vos louvamos e bendizemos NRMS 69
Nossa Senhora do Rosário de Fátima NRMS 10 (II)
O Cordeiro que foi imolado NRMS 92
O Espírito do Senhor NRMS 133 (artigo)
Ó famintos do Pão divino NRMS 89
Ó Maria, sois a Mãe de Jesus NRMS 33-34
Ó noite bendita NRMS 52
O nosso pão é Cristo NRMS 73-74
O pão de Deus NRMS 73-74
O Sacrossanta hóstia NRMS 77-79
Ó Santa Maria, Mãe de Deus NRMS 5 (II)
O Senhor te defende NRMS 125-127
Ó Virgem Santa Maria NRMS 18
O vosso Corpo é o Pão NRMS 77-79
Onde há caridade verdadeira NRMS 25
Os discípulos exultaram NRMS 97
Os ossos humilhados NRMS 125-127
Os Santos resplandecem NRMS 63
Pão dos Anjos NRMS 113-114
Por Eva foi fechada NRMS 41
Por Vós suspira a minha alma NRMS 111
Povos que caminhais NRMS 64
Provai e vede NRMS 1 (I)
Que buscais? - Cristo ressuscitou NRMS 65
Quero louvar-Vos, Senhor NRMS 111
Quem perder a sua vida NRMS 54
Recebereis a força do Espírito Santos NRMS 82-83
Recordamos, Senhor, a vossa misericórdia NRMS 88
Ressuscitou o Bom Pastor NRMS 57
Saboreai como é bom NRMS 93
Salvai, Senhor, vosso povo NRMS 90-91
Salvé, Santa Mãe de Deus NRMS 45
Santo NRMS 6 (II)
Santo NRMS 50-51
Santo NRMS 99-100
Santos, amigos de Deus NRMS 8 (II)
Se alguém tem sede NRMS 102
Se me envolve a noite escura NRMS 6 (I)
Se morremos com Cristo NRMS 55
Se tiverdes em conta NRMS 125-127
Senhor Jesus Cristo NRMS 55
Senhor, que tanto amais o vosso povo NRMS 95-96
Senhor, são muitos os nossos pecados NRMS 53
Senhor, tende piedade de nós NRMS 50-51
Senhor, tende piedade de nós NRMS 99-100
Senhor, vem salvar-me NRMS 60
Sem pecado concebida NRMS 118
Sois Vós, ó Cristo NRMS 107
Somos jovens NRMS 73-74
Somos povo peregrino NRMS 122
Somos testemunhas do mundo novo NRMS 82-83
Surge um clarão de repente NRMS 24
Terra inteira NRMS 1 (II)
Toda a minha vida louvarei NRMS 125-127
Toda a Santa Igreja NRMS 71-72
Toda a terra Vos adore NRMS 94
Todos aqueles que o Pai me deu NRMS 125-127
Todos vós que tendes sede NRMS 42
Tomai, Senhor, e recebei NRMS 70
Tu es Petrus NRMS 130 (artigo)
Tu és, Senhor, o bem maior NRMS 46
Um dia sagrado brilhou NRMS 47
Vamos comungar NRMS 30
Velai sobre nós NRMS 40
Vem, ó Espírito Santo NRMS 58
Vem, Senhor Jesus NRMS 64
Vinde, Espírito Divino NRMS 133 (artigo)
Vós que me seguistes NRMS 117
Vós que renascestes NRMS 22
Vós sois o caminho NRMS 42


São 155 cânticos publicados na NRMS entre o número 1 da primeira série da revista até ao número 133, já da segunda série.

A colaboração do Pe. Dr. Joaquim dos Santos com a NRMS durou 37 anos!

Atenção
que a sua obra de música litúrgica não se esgota nesta importante instituição da música sacra em Portugal. Inúmeros cânticos ainda não são conhecidos das Assembleias e dos Coros do nosso país. Uma parte da obra, ainda desconhecida, do Pe. Dr. Joaquim Gonçalves dos Santos aborda temas sacros/litúrgicos completamente sub-aproveitados por alguns dos actuais compositores de música sacra em Portugal, tornando, assim, os cânticos do Maestro extremamente peculiares...
Além deste artigo sobre cânticos publicados do Pe. Dr. Joaquim Gonçalves dos Santos pode consultar os seguintes:
Cânticos publicados na NRMS (2) (ver hiperligação)
Cânticos publicados | Revista Música Nova & Revista da Academia Martiniana (ver hiperligação)
Cânticos| Outras publicações (ver hiperligação)

sábado, 21 de fevereiro de 2009

IPSAR | Joaquim dos Santos

Há cerca de um ano Joaquim dos Santos encontrava-se em Roma para a estreia de obras suas. Hoje, passado esse ano, são apresentadas mais obras do Maestro no Instituto que sempre o acolheu como um membro da família.
Para breve, mais concertos haverá, naquela Instituição, dedicados à obra do insigne Mestre em Música Sacra.

www.ipsar.org

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Uma perda para Música Sacra em Portugal

Faleceu o Cónego Carlos da Silva.

O Cónego Carlos da Silva, sacerdote da diocese de Leiria-Fátima, faleceu esta Segunda-feira à noite, dia 16 de Fevereiro, na Casa do Clero, em Fátima. Tinha 80 anos.
O seu corpo estará em câmara ardente na igreja do Seminário de Leiria, onde haverá missa hoje às 18.30 horas.
A missa exequial terá lugar, esta Quarta-feira, dia 18, às 10 horas na Sé de Leiria, seguindo o funeral para Minde, em cujo cemitério será sepultado.


O Cónego Carlos da Silva era filho de José da Silva e de Maria do Nascimento Pena. Nasceu em Minde, concelho de Alcanena, a 5 de Março de 1928. Entrou para o Seminário de Leiria em Outubro de 1939, terminando o curso de teologia em 1950. Foi ordenado sacerdote em 7 de Outubro de 1951. Frequentou o Instituto Pontifício de Música Sacra, em Roma, onde obteve a licenciatura em Canto Gregoriano.
Na sua longa vida sacerdotal trabalhou no Seminário de Leiria, de Outubro de 1955 a Setembro de 1996, onde foi educador e professor de muitas gerações de sacerdotes. Em 1976 foi nomeado cónego da Sé de Leiria, igreja em que regia o respectivo coro e conduzia a animação musical das celebrações litúrgicas. Também no Santuário de Fátima regeu o canto da assembleia ao longo de muitos anos.

Exerceu ainda as tarefas de director diocesano da Obra Pontifícia da Propagação da Fé, professor de Religião e Moral no Liceu Nacional de Leiria, conselheiro espiritual das Equipas de Nossa Senhora, membro do Secretariado Diocesano de Liturgia e da Equipa sacerdotal do Movimento dos Cursos de Cristandade.
Nos últimos anos, devido à doença e à idade, deixou o Seminário de Leiria e passou a residir na Casa Diocesana do Clero, em Fátima.
Dotado de notável sensibilidade e talento musical, compôs muitos cânticos para a liturgia que distribuía pelos cantores e dava generosamente a quem lhe pedia. Uma parte substancial das suas obras musicais foi reunida no livro Orar Cantando”, publicado em 2001 pelo Secretariado Nacional de Liturgia. Com a sua criatividade e dotes musicais, o Cónego Carlos Silva cantou e ensinou a cantar os louvores de Deus, empenhando-se em promover em todos os fiéis uma “participação activa, consciente e frutuosa” nas celebrações litúrgicas.
Ao mesmo tempo que comunica a sua passagem para a eternidade, a Diocese de Leiria-Fátima agradece a Deus a vida, o exemplo, o testemunho de convicta dedicação, firmeza e solidez na fé, fervor e generosidade no longo e zeloso ministério que este sacerdote desempenhou ao serviço da Igreja, sobretudo na formação dos novos sacerdotes e na liturgia. Aos familiares e à Casa do Clero, apresenta sentidas condolências e manifesta público reconhecimento e gratidão pelo apoio que deram a este sacerdote, ao longo da sua vida e especialmente nos últimos anos.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Pontifício Instituto de Música Sacra em Roma | Concertos

"A primeira composição de Joaquim dos Santos no Pontifício Instituto de Música Sacra foi “A corda tensa que eu sou”. Esta obra para coro e piano, com base num poema de Sebastião da Gama, gerou alguma polémica dentro do Instituto, uma vez que evidenciava um instrumento musical pouco usual na Instituição – o Piano. (…) o piano era considerado um instrumento não sacro, mais apropriado para o lazer. Pela primeira vez um aluno, (...), ousou um estilo de composição que, até, não tinha surgido neste Instituto.
Joaquim dos Santos era visto pelos professores como um aluno inovador e ousado nas suas composições. Este facto originou, por vezes, discordâncias entre os elementos do júri de exame, quanto ao nível de avaliação a atribuir-lhe: na maioria das vezes a nota máxima.
O Pontifício Instituto de Música Sacra promovia anualmente um Concerto – Il manifestazione artística degli alunni del Pontificio Istituto de Musica Sacra, onde os Professores de Composição propunham a execução das melhores obras dos seus alunos.
Várias obras de Joaquim dos Santos foram executadas nestes concertos, tendo sido apresentada a 22 de Maio de 1966 precisamente a obra lírica coral: “A corda tensa que eu sou”, para coro e piano. A execução esteve a cargo do Coro dos alunos do PIMS, a execução instrumental do pianista Luca Lombardi. A obra foi dirigida pelo próprio Joaquim dos Santos.
A 23 de Maio de 1967 teve lugar um novo concerto, promovido pelo Instituto, onde foi executada, pelo segundo ano consecutivo, uma obra de Joaquim dos Santos – Prelúdio quasi Fantasia, para órgão. A execução esteve a cargo do organista espanhol Rosendo Aymì.
A 24 de Maio de 1968 foram executadas, no mesmo âmbito, duas obras de Joaquim dos Santos: Ricercare, Passacaglia e Finale, para órgão, e Toadas de Natal, para coro e dois pianos (…) dirigida por Joaquim dos Santos. O Maestro Ernest Ansermet (1883 – 1969) esteve presente na actuação e, aplaudindo com entusiasmo, fez questão de cumprimentar o jovem compositor. Depois de uma longa conversa, o Maestro aconselhou Joaquim dos Santos a ouvir e estudar a obra do compositor suíço Franck Matin (1890 – 1974).
Vários jornais e revistas teceram críticas elogiosas a respeito destas obras. O Jornal diário italiano Il Messagero fez notícia a 26 de Maio de 1968 acerca deste concerto com particular menção das obras de Joaquim dos Santos." [Carla Simões: Joaquim Santos - Um Compositor no Panorama Musical Português Contemporâneo - volume I Departamento de Expressões Artísticas e Edução Física - Instituto de Estudos da Criança, Universidade do Minho - 2000]

A gravação que se segue é da obra para orgão Ricercare Passacaglia. Posteriormente, o Maestro Joaquim dos Santos também lhe atribuiu o nome de Prelúdio (ricercare) e Passacaglia. O Finale que é acima enumerado é o último andamento das 5 peças para órgão. Na altura da primeira apresentação este Finale foi o único andamento executado das 5 peças (são obras distintas - Ricercare Passacaglia e 5 peças para órgão, da qual faz parte o Finale).
A interpretação é do organista italiano Giampaolo di Rosa que apresentou a obra num concerto promovido pelo IPSAR a 29 de Outubro de 2000.





Powered by eSnips.com
Uma obra do tempo de estudante do nosso Maestro que apresenta uma enorme maturidade e correcção de escrita musical. Já nesta obra se pode verificar que a partir de recursos simples, Joaquim dos Santos, percorre um caminho que o conduz a resoluções harmónicas e melódicas muitos pessoais, estas farão parte da sua bagagem musical para o resto da sua vida...

A título pessoal devo dizer que a profundidade e serenidade desta obra provocam um sem número de sensçãoes e emoções...
Nuno Costa
[foto de G. Luna, 2006 - gentilmente cedida pelo IPSAR]
Agradecimento à Dra. Carla Simões.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Ançã-ble em Roma...

No sábado, dia 21 de Fevereiro, o Grupo Vocal Ançã-ble apresenta-se em concerto na Igreja de Santo António dos Portugueses em Roma. O grupo constituído por Margarida Miranda (soprano), Carlota Miranda (contralto), Tiago Miranda (tenor), Isaías Hipólito (órgão), José Carlos Miranda (baixo) e Pedro Miranda (tenor e direcção), fará o quinto Concerto no prestigiado Instituto de Santo António dos portugueses. Entre outras obras que irão apresentar, fazem parte do programa algumas do nosso Dr. Santos. Na Cidade Eterna ouvir-se-á a Missa em honra dos Pastorinhos de Fátima para 3 v.i e órgão, da colectânea Cinco Poemas de Miguel Torga o poema Mar e, independentemente de já não estarmos no tempo litúrgico a que diz respeito a seguinte obra, o grupo vai apresentar a Cantata de Natal para Coro Infantil, Coro a 4 v.m e órgão [piano].
À semelhança dos anteriores concertos realizados pelo Ançã-ble neste Instituto esperamos ansiosamente por um registo áudio do concerto em questão, pois desta forma fica gravado um momento importante para a obra de Joaquim dos Santos e será dado um forte contributo para aumentar a "biblioteca" de sons das obras do nosso Maestro.


Programação IPSAR - Janeiro a Março

Ver na Agenda IPSAR

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Quarteto Vocal Gaudium Vocis & Largada...

Na tarde de hoje, o Quarteto Vocal Gaudium Vocis da Escola de Artes da Universidade Católica do Porto apresentou-se num pequeno Recital no encerramento do II Colóquio Internacional de Hospitalidade. Este Colóquio, que tem como tema Novas formas de hospitalidade para o séc. XXI, resulta de uma cooperação entre a Universidade Católica Portuguesa e a Universidade Anhembi Morumbi de São Paulo.

Na presença de sua excelência, o embaixador da Missão Brasileira junto à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) Lauro Moreira, o Quarteto Vocal apresentou duas obras bem distintas entre si. A primeira peça apresentada foi Lauda Jerusalem do compositor Antonio Pinheiro (natural de Montemor-o-Novo, Mestre da Capela Ducal de Vila Viçosa e depois da Sé de Évora, deixou escrito um vasto volume de Magnificat's a 8 vozes e morreu em Évora no ano de 1677). Nesta primeira esteve sempre em evidência o dialogo de duas partes, uma a proposição/evocação gregoriana, outra, a resposta polifónica com a riqueza melódica que caracteriza as obras portuguesas desse século. A segunda peça apresentada foi Largada, da colecção Cinco Poemas de Miguel Torga musicados pelo Maestro Joaquim dos Santos, no ano de 1997. Em Largada, o Quarteto transpareceu o seu entendimento de cada parte vocal e o vigor na interpretação esteve sempre presente. Esta obra fez perfeita evocação dos Descobrimentos Portugueses que nos levaram ao Brasil no ano de 1500. Pelo meio ouviu-se o Prelúdio & Fuga BWV 846 de J.S.Bach e na segunda parte houve uma récita de poesia portuguesa e brasileira pela voz do senhor Embaixador acompanhado ao "violão"!