segunda-feira, 14 de julho de 2008

para ouvir... "Sinfonia do Silêncio" - Pe. Fernando Martins

Sinfonia do Silêncio.

Vai longa a noite, não vislumbro nada,
E a dura via-sacra continua.
Há só uma verdade nua e crua:
Não há Páscoa, nem rompe a madrugada.

Há, porém, cá no fundo, uma alvorada,
Invisível, em pleno Sol, na rua,
Mas palpável, pois fortemente actua,
Mesmo dentro de uma alma amargurada.

Tem sabor a Sexta-Feira Santa.
E, apesar desta dor ser tal e tanta,
Dá lugar para entrar na sinfonia
Do silêncio que tanta gente canta,
Com a voz atravancada na garganta,
Mas na esperança do Eterno Aleluia.

poesia de pe. Fernando Martins (1930 - 1999)