quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

...à descoberta de Joaquim dos Santos...


O novo ano não podia começar de forma mais interessante para o nome e obra do Maestro Joaquim dos Santos...
É certo que, o que é noticiado agora, não tem a dimensão de obras académicas de uma vida, obras que exigem dos autores um enorme esforço de pesquisa e aplicação de sabedoria a vários níveis. Mas tão importante como uma tese ou investigação de grande fôlego, são os pequenos trabalhos de classe que dois alunos, do ensino superior, estão a realizar neste momento. Como já disse, não têm a dimensão abrangente de uma tese ou investigação científica minuciosa mas significam tanto como esses trabalhos que já vão existindo (nomeadamente a tese da Dra. Carla Simões – Universidade do Minho, ano 2000), pois demonstram o crescente interesse da comunidade académica pelo nome e obra de um compositor que ameaça, de uma vez por todas, entrar para as luzes da ribalta.
É importante que o nome e obra de Joaquim dos Santos tenha uma divulgação nos grandes meios artísticos de Portugal, Europa e do Mundo mas o que acontece agora é digno do mesmo relevo, pois acontece nos centros onde estudam os intérpretes de amanhã. É com estes e com outros simples trabalhos, que possam começar a surgir, que o nome e obra de Joaquim dos Santos começará a ter divulgação no mundo académico. Não poderia estar nos locais mais exactos…no mundo dos estudantes de música, no mundo académico da música. Nada melhor para iniciar este novo ano, Joaquim dos Santos no meio daqueles em quem sempre acreditou e para quem compôs muita música, dedicando-lha e oferecendo-lha.
Um bem-haja para a Paula Ferreira, aluna da Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto no curso de música antiga variante de canto, que realiza um pequeno trabalho sobre a Canção Popular Portuguesa, cultivada pelo Maestro, para a unidade curricular Músicas do Mundo e outro bem-haja para o José António Machado, aluno da Escola de Artes da Universidade Católica do Porto no curso de música sacra – especialização em órgão, que realiza outro pequeno trabalho sobre duas obras corais sinfónicas para as cadeiras de Épocas de Cultura e Mundividência e Metodologias de Investigação.

http://www.esmae-ipp.pt/
http://www.porto.ucp.pt/site/custom/template/ucptplcrhome.asp?sspageid=257&lang=1