terça-feira, 30 de junho de 2009

Lamentationes Jeremiae Prophetae | solo, coro e orquestra

Maestro Joaquim dos Santos em Subiaco (Itália), 2007

À primeira vista parece uma foto bastante estranha! Pois, é o Maestro acabado de ser apanhado pelas teias de uma máquina fotográfica que parece que surgiu do nada! Em Subiaco (Itália), Dezembro de 2007…

Homem tímido, gostava da sua tranquilidade e recolha. Era esta tranquilidade e recolha interiores que lhe permitiam o pensamento maturo da música que compunha. São estas duas das condições que lhe permitem ter fios condutores, identificáveis, nas suas obras. Já pensaram num artista que não tem nada que o identifica na linhagem dos seus trabalhos? Há quem não consiga pensar… Joaquim dos Santos tem identificação, tem essência, tem fios condutores. Não gostam da ideia? Mas tem. Tudo o que escreveu é perfeito? Quem é que se pode gabar de tal feito? Tudo o que escreveu é belo? Um quadro sem assimetrias nunca sobressairá. Mas não se esqueçam…a sua música tem identidade, vive por si e, como a história da música já nos contou imensas vezes, nem sempre à primeira audição é evidente. Ainda bem. Banalidades já assolam muitos sectores da sociedade e… Igreja(?) Sem mais comentários.

Com as Lamentações deixo o leitor…

La tradizione, il richiamo di sonorità in qualche modo già sentite ma non per questo meno affas Le Lamentationes si sono rivelate pezzo arduo, dalla struttura complessa. I temi della fuga, della fame, del "disastro" politico di Gerusalemme, sono stati evocati da una partitura quanto mai "carica", ricca di impennate imprevedibili. Dos Santos, che ha studiato musica sacra per sette anni a Roma, ha molto lavorato all'incontro tra gregoriano e sperimentazione, con esiti interessanti e non facilmente valutabili a un primo ascolto.

http://www.visum.it/

Lamentationes Jeremiae Prophetae é uma obra do início da década de 90 para tenor solo, coro e orquestra. Sinto a necessidade de fazer uma análise musical aprofundada mas a oportunidade não é a mais propícia…

Apenas de referenciar que no minuto 2.52, na presente interpretação, há uma falha técnica digna de registo a fim de evitar algum tipo de juízos sobre a partitura…

Lamentações do Profeta Jeremias, gravação ao vivo em Santo António dos Portugueses em Junho de 2000. Dirigiu o maestro Massimo Scapin a Orchestra ESACORODO e o Coro SAPOR.

Ver na Agenda IPSAR