segunda-feira, 29 de março de 2010

Via Crucis | Segunda-Feira-Santa

No ano de 2004, o Maestro Joaquim dos Santos trilhou os caminhos sinuosos e dolorosos da Via Sagrada, aqueles que levaram Jesus ao Calvário e à necessária Morte…

Não foi esta a primeira vez que Joaquim dos Santos abordou os temas tão profundos e exigentes fortemente vinculados à Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Para trás ficam as várias abordagens ao texto do Stabat Mater, as incursões muito distintas na Paixão de São Mateus e Paixão de São Lucas, os textos da Semana Santa Crucem tuam e Christus factus est, o singular Pianto de la Madonna entre outras obras mais simples.

Via Crucis é uma obra para Orquestra de Sopros com Coro ad libitum. Estreada na Igreja de Santa Cruz (Braga) a 21 de Março de 2005 pela Orquestra de Sopros da Academia Valentim Moreira de Sá e o Coro Convívio (Guimarães) sob direcção do maestro Vítor Matos.

A organização da obra está totalmente dependente das várias estações que compõem a Via Sacra. Neste caso são catorze andamentos. Meditações musicais que procuram ser uma mensagem clara e marcante de cada momento vivido na Via Crucis.

foto de Rui Meca - Valinhos, Fátima

A presente gravação foi realizada no Instituo Português de Santo António em Roma no dia 31 de Março de 2006. A obra foi tocada pelos Fiati dell’Orchestra Sinfonica Tiberina com direcção do maestro Ferreira Lobo. CD200612

Durante toda a Semana-Santa, serão publicadas todas as estações da Via Crucis.

Via Sacra

  • Primeira estação: Jesus é condenado à Morte

Disse-lhes Pilatos: "Que hei-de fazer então de Jesus chamado Cristo?". Eles responderam: "Seja crucificado!". E ele acrescentou: "Mas que mal fez Ele?". Eles então gritaram mais forte: "Seja crucificado!". Então soltou-lhes Barrabás e, depois de ter feito flagelar Jesus, entregou-O aos soldados para que fosse crucificado (Mt 27,22-23.26)

video

  • Segunda estação: Jesus carrega a cruz às costas

Então os soldados do governador, levando Jesus para o Pretório, reuniram toda a corte. Despiram-n'O e puseram-Lhe uma capa escarlate e, tecendo, uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça e uma cana na mão direita; e depois, enquanto se ajoelhavam diante d'Ele, faziam troça, dizendo: "Salve, rei dos judeus!". E cuspindo n'Ele, tiraram-Lhe a cana e batiam-Lhe com ela na cabeça. Depois, despiram-Lhe a capa escarlate, vestiram-n'O com as suas vestes e levaram-n'O para 0 crucificar (Mt 27,27-31).

video

  • Terceira estação: Jesus cai sob o peso da cruz

Ele carregou os nossos sofrimentos, tomou sobre Si as nossas dores como alguém que merece castigo, e é ferido por Deus e humilhado. Ele foi trespassado pelos nossos delitos, esmagado pelas nossas iniquidades. O castigo que nos dá a salvação, caiu sobre Ele; por Suas feridas nós fomos curados. Todos nós andávamos errantes como um rebanho, seguindo cada qual o seu caminho; O Senhor fez cair sobre Ele a nossa iniquidade (Is 53,4-6).

video


Maestro Ferreira Lobo & Pe. Joaquim dos Santos

Ver evento em IPSAR